• Jociandre Barbosa

O Homem Que Olha Para o Alto!!!

Atualizado: 3 de jun.

Peço a permissão aos senhores e senhoras, para contar minha história com o mesmo tom de brincadeira com a qual eu conto em minha palestra motivacional:

palestra motivacional

Eu me chamo "Jociandre" e você deve estar se perguntado: "Bah que nome é esse?". Na verdade meu nome não é daqui, ele descende do antigo cearêz né? minha mãe pegou o "Jo" de josé (nome de meu avô) "Ci" de cecília nome dela e "andre" de André, nome de meu pai. Eu dou graças a Deus que o nome de meu pai não era Mário e o nome de minha mãe Armanda porque senão meu nome poderia ser "armário", né?


Nasci em uma cidade chamada Cariús-CE (Esse nome pode parecer estranho para você, mas, já apareceu duas vezes no mapa do google - as más linguas dizem que foi engano...), é uma metropole, centro comercial do ceará... Mentira, mas, tem uma linda placa na entrada da cidade que diz: Bem vindo a Cariús, atrás da placa tem "volte sempre" - Patrocínio: "breve coca-cola" (Rs rs). Eu gosto de brincar, mas, na verdade eu tenho muito orgulho de ser de Cariús e pertencer à família Barbosa. Uma família muito simples, mas, que nos motiva a acreditar em nossos sonhos.


Nasci no dia 25 de outubro de 1978, fiz a minha mãe sofrer muito com o tamanho de minha cabeça e antes que você pergunte, sim! eu já nasci assim, tão branco e tão redondo que minha mãezinha olhou para o médico e gritou: "Oh my good seu minino acho que butei foi um ovo!".


O fato é que minha mãe não sabia, mas, estudando etimologia descobri que meu nome tem um significado que dá conotações de: "Homem que olha para o alto". E por isso eu gosto muito de meu nome.


Sou empreendedor desde sempre, tendo fracassado muitas vezes, passei muita dificuldades em minha vida (Com muitos fatos engraçados, claro). Minha primeira experiência com vendas foi aos 8 anos de idade eu fazia bonequinhos com bolinhas de gude, durepox, tampinha de garrafa e tinta óleo, recriava personagens como Pica pau, pato donald, e outros que ficavam tão parecidos com os originais que até eu me confundia e entregava uma moranguinho no lugar de um chapolim... Depois disso trabalhei com vendas de manga, de pipoca e montei a primeira locadora de revistas em quadrinhos de Iguatu, cidade onde cresci. Era um projeto inovador, tinha muitos clientes e o estoque não ficava encalhado: eu comprava uma revista por 2 cruzeiros e alugava por 10 centavos e os moleques nunca mais devolviam. A banca feita de caixote velho não tinha telhado e num dia de chuva tive um prejuízo tremendo de estoque.


Desde pequeno enfrento desafios, mas, nunca aprendi a gostar deles. No entanto, eles nunca me fizeram desistir de meus sonhos.


Desde 1999, ganho a vida contando a minha história em convenções de vendas e encontros de empreendedores. Carreira essa que foi interrompida em 2007 por um problema sério de saúde. Nos critérios médicos eu deveria está em cadeira de rodas. Um dia estudava novamente o significado de meu nome e percebi um detalhe: Não cabe o "que" "homem que olha para o alto", poderia ter uma "vírgula": "Homem, olha para o alto". Não era uma afirmação, e sim um apelo: "Homem, pare de olhar para você mesmo e para suas próprias limitações!!!"; "Olhe para o alto. Para Aquele que é maior que todos os seus problemas", "Olhe para Deus".


Graças a Deus, com muita força e determinação, contra a opinião médica, voltei a andar e participar novamente de eventos empresariais contando a história da minha vida.


Atualmente sou Diretor da UNISV - Universidade do Sucesso em Vendas. Sou consultor de grandes marcas brasileiras no fortalecimento de seus canais de vendas, e meu sonho é fazer com que minha história inspire o maior número de pessoas possíveis, a acreditarem que: Não importa onde você esteja em seu desenvolvimento profissional e pessoal, você pode sempre ir muito além, cada vez que aprende a usar de forma correta os talentos que Deus lhe deu!


Para contratar Jociandre Barbosa, Clique Aqui

#palestramotivacional #motivaçãonotrabalho #palestrantemotivação

73 visualizações0 comentário