• Jociandre Barbosa

Uma ficção para jovens de todas as idades - Palestrante Jociandre

palestrante livro

Este é um trecho do livro: MOTIVAÇÃO ESPIRITUAL - A Arte de transformar Sonhos em Realidade! do palestrante Jociandre Barbosa


Uma ficção para jovens de todas as idades, baseada em histórias reais de pessoas extraordinárias. Por favor, leia e comente este trecho do primeiro capítulo. São apenas alguns minutinhos de leitura e sua opinião é fundamental para revisão final.


Um Grande Abraço e Muito Obrigado!


________________________________________________


POSSIBILIDADES QUE SE CRIAM


"Entre o sonho e a realidade existe um espaço permeado por possibilidades. Possibilidades que se têm e possibilidades que se criam. Na retrospectiva humana, devido a este espaço, nem

todos conseguiram realizar os seus sonhos. Alguns porque esperaram a vida toda por possibilidades que se têm e quando perceberam que elas não vieram já era tarde demais para continuar sonhando. Outros porque, mesmo sabendo da pequena probabilidade de verem chegar as possibilidades que se têm nunca acreditaram ou lutaram pelas possibilidade que se criam".


"Na verdade, talvez você nunca alcance as "possibilidades que se têm" e precisa estar preparada para criar suas próprias possibilidades. Quando você era criança, era expert em criar possibilidades, mas, em seu crescimento encontrou tempestades, que de certa forma, ofuscaram seus sonhos. Foi quando você aprendeu que crescer dói, apesar de ser necessário".


- Quando eu ouvi estas palavras, estremeci. Parece até que ele conhecia a minha vida, apesar de este ser nosso primeiro encontro. Afinal, não é todo dia que se pode estar frente a frente com um empresário tão ocupado e palestrante envolvido com causas sociais como ele. Era como se soubesse exatamente do que eu iria perguntar, antes de expressar qualquer palavra:


"Você precisa separar sua vida sentimental de sua vida profissional" - Disse ele. "...afinal, as pessoas para quem você realmente importa esperam isso de você...".


Olhei no relógio e não acreditei no que estava vendo, duas horas já haviam se passado do início de nossa conversa, que pareceu durar apenas alguns minutos. Por um momento me desliguei e minha mente me levou a exatamente 15 anos atrás. Eu tinha 14 anos, uma vida boa da qual eu dizia detestar e na qual passava os meus dias como se nada de extraordinário fosse acontecer. Até que conheci um homem de 21 anos com quem me envolvi e deixou o meu mundo "de pernas para o ar".


Meus sonhos de infância foram trocados por horas de angústia enquanto esperava sentada na varanda, olhando naquele mesmo relógio que ganhei de meu avô, pensando na criança que iria nascer e como seria seu futuro, esperando por um pai que naquela noite, e nas noites seguintes não chegaria. "Há se meu avô ainda estivesse aqui, ele sempre tinha solução para tudo" - Pensava.


- Você aceita?


- O que?


- Viajar comigo, horas... - Parece que você está no mundo da lua!


- Desculpe, eu me desconcentrei um pouco...


- Puxa, eu devia ter desconfiado que minha conversa estava entediante.


- De forma alguma. Pelo contrário, estou gostando muito de nossa conversa.. mas, viajar com você?


- Veja, eu lhe perguntei se poderia lhe fazer um convite e você balançou a cabeça afirmativamente, então lhe falei de minha viagem para Cabo Verde para realizar uma palestra motivacional voluntária, e que você poderia ouvir mais do que eu tinha para lhe dizer, e você ficou muda de repente.


- Oh, puxa..., seria uma honra, mas eu não estou preparada financeiramente, no momento e ... nem tenho passaporte...


- Tudo bem, não se preocupe com nada disso, quero apenas que aceite meu convite.


- Sim claro, mas, para quando será a viagem?


- Daqui a exatamente 4 horas, suas passagens já estão compradas, vamos no voo das 14:00h.


- O que???


- Por favor, deixe seu endereço com minha secretária que eu passo às 12:00h para lhe buscar.


Eu sai daquele escritório atônita, nunca havia me distanciado mais de 120 quilômetros de minha pacata cidade no interior do Ceará. E de repente estava com passagens compradas para conhecer outro País. Eu devia estar louca em aceitar um convite "sem noção" como este. Como ele havia comprado minhas passagens antes de conhecê-lo pessoalmente? Era tudo muito estranho, mas de alguma forma eu sabia que precisava fazer aquela viagem.


Era primeira vez que voava, paguei o maior mico quando me segurei no braço da poltrona com a mão esquerda e no seu braço com minha mão direita, enquanto o avião decolava. Levantei a cabeça aos poucos, tinha certeza que ele estaria olhando para "meu jeito tosco" e rindo. Mas ele estava sério, olhando pela janela do avião.


- Não gosto de voar - Disse ele. - Tenho sempre muito medo.


- É mesmo? Mas, você vive viajando...


- Porque não tem outro jeito. Aprendi que coragem não é a ausência de medo e sim, a vontade se seguir em frente mesmo tendo medo.


- Bem, se eu puder fazer alguma coisa...


- Você pode segurar minha mão?


- Claro!


A sinceridade dele me fez ficar confortável. De repente meus medos se foram, era como se eu precisasse cuidar dele, dar-lhe segurança... Sentimento estranho para mim, afinal sempre pensei que somente eu precisava de me sentir segura, era muito bem cuidada por minha mãe e por meu avô e nunca achava que era mimada o suficiente. Sempre fazia questão de me sentir a rejeitada da família.


Parecia tudo tranquilo, eu não sabia o que estava para nos acontecer ao chegar em Cabo Verde e como isso iria mudar o curso de minha vida completamente.


-------------------------------------------------------------------------------------------------------

Continua...



Texto do livro: Motivação Espiritual - A arte de transformar sonhos em realidade

Palestrante Motivacional Jociandre Barbosa

#livrodopalestrante

6 visualizações0 comentário